Passeio de Lancha na Baía de Camamu

10
477

Se você gosta de lancha e ilhas lindíssimas, o passeio de Lancha na Baía de Camamu é um passeio que eu super indico. Nesse passeio, você pode fazer apenas as Ilhas Tropicais da Baía de Camamu, ou aproveitar e conhecer também a Cachoeira do Tremembé. Nós fizemos os dois.

Conheça o Passeio de Lancha pela Baía de Camamu: Ilhas Tropicais + Cachoeira do Tremembé

Passeio de Lancha na Baía de Camamu

É fácil agendar esse passeio com os receptivos locais, como a Maraú Tour ou a Camamu Adventure (a mesma que fez o nosso transfer de lancha entre Camamu e Barra Grande). Ambas oferecem esse passeio, com ou sem a Cachoeira de Tremembé. Você marca o dia e a hora e pronto, é só torcer para fazer um dia lindo, o que é bem comum na Península de Maraú. (veja aqui Quando ir para a Península de Maraú).

Península de Maraú

 

⇔ Veja aqui Quando ir para a Península de Maraú

 

 

⇒ Dica bacana: Nós tivemos a indicação de uma pessoa local e contratamos o Beto Lancha Rápida para fazer esse mesmo passeio conosco. Nós optamos pelo Beto pois éramos apenas 5 pessoas e queríamos algo mais pessoal, só para o nosso grupo mesmo. O Beto foi ótimo e ainda tornou o nosso passeio mais personalizado ainda. Ele faz parte da Associação marítima de Camamu. Eu conto abaixo os detalhes do passeio.

Passeio de Lancha na Baía de Camamu

O passeio parte do pier de Barra Grande e dura umas seis ou sete horas aproximadamente. Isso porque há paradas para você visitar cada ilha, almoçar numa delas, e há ainda o percurso até a Cachoeira de Tremembé que fica mais distante. Nós marcamos a lancha às 9h e voltamos lá pelas 16 horas.

O Roteiro:

A lancha normalmente sai do Pier de Barra Grande, e faz o seguinte roteiro:

  • Ilha da Pedra Furada
  • Ilha Grande
  • Campinho
  • Sapinho
  • Ilha do Goió
  • Cachoeira do Tremembé
  • Almoço (não incluso)
  • Retorno para Barra Grande

Passeio de Lancha na Baía de Camamu

Obs: A ordem do roteiro acima pode mudar conforme o horário das marés para que você aproveite ao máximo o passeio.

O Passeio pelas Ilhas Tropicais da Baía de Camamu

A Baía de Camamu é enorme e linda, toda salpicada de ilhas de areias brancas. A água não é clara como a do mar, mas é bem limpa e salgada.

Ilha da Pedra Furada

A primeira parada é na Ilha da Pedra Furada, onde há um lindo banco de areia. Como o nome já diz, na ilha há um arco natural de pedra furada, e esse é o cartão postal da ilha. Mas não é apenas esse arco que é furado. Lá na ilha o chão é coberto de cascalhos e todas as pedras são furadas. Dizem que isso ocorre por causa de um molusco natural da região.

Banco de areia da Ilha da Pedra Furada
Banco de areia da Ilha da Pedra Furada

Apesar de bem pequena, há uma taxa ambiental de R$ 5,00 por pessoa para entrar na ilha. Como estávamos no meio do Carnaval, a ilha estava lotada de gente. Minhas amigas não quiseram descer da lancha para encarar a fila enorme para tirar a famosa foto na Pedra Furada, então tiramos a foto da lancha mesmo.

Ilha da Pedra Furada
Ilha da Pedra Furada ao fundo

Por causa da minha frustração de não ter descido na Ilha da Pedra Furada (eu fui voto vencido), o Beto, piloto da lancha, me presenteou com uma parada estratégica num enorme banco de areia bem no meio da Baía de Camamu.

Banco de Areia no meio da Baía de Camamu

Esse banco de areia no meio da baía é uma coisa lindíssima, um presente da natureza mesmo. Mas só conseguimos isso pois a maré ainda estava baixa, caso contrário o banco de areia estaria submerso mesmo.

Banco de areia na Baía de Camamu
Banco de areia na Baía de Camamu

Me senti que nem pinto no lixo nesse banco de areia, o que atrasou um pouquinho mais o nosso passeio. Só saímos de lá porque chegou uma outra lancha e também porque essa ainda era só a nossa primeira parada.

Ilha Grande

A Ilha Grande, como o nome diz, é uma ilha maior e tem uma pedra com um buraco em formato de coração.

Ilha Grande
Buraco em formato de coração na Ilha Grande

É uma ilha gostosa para dar uma explorada a pé, tirar umas fotos lindas, e também dar um gostoso mergulho. Numa das pontas da ilha tem um local incrível para tirar fotos. Leve um chinelo ou uma sapatilha de neoprene para poder pisar nas pedras pontiagudas.

O Que Levar

⇔ Veja o nosso post de O Que Levar para a Península de Maraú

Campinho

Da Ilha Grande fomos para Campinho, um vilarejo de pescadores. O nome do lugar foi dado pois o local é tão rasinho que as pessoas costumam brincar de bola e jogar volei dentro da água. A água fica pela cintura e é quase que como uma piscina natural bem calminha e morninha. Uma delícia! Mais um lugar do qual eu não queria ir embora.

Sapinho

Sapinho é o local onde as lanchas param para almoçar na volta do passeio pelas Ilhas da Baía de Camamu. Nós demos uma parada lá, fizemos os pedidos do que iríamos comer na hora do almoço, pegamos um balde com gelo e cervejas, e continuamos o nosso passeio.

Passeio de lancha
Anotando o nosso pedido de almoço para a volta do passeio de lancha

⇒ Dica bacana: Você nem precisa sair da lancha. O rapaz do restaurante vem até a lancha, anota os pedidos, traz as cervejas, e combina o horário que você deseja almoçar. Quando você voltar do passeio, o almoço já estará mais adiantado.

Ilha do Goió

A Ilha do Goió é uma graça, cheia de árvores, e perfeita para se ficar umas horas curtindo a praia. O problema é que estávamos no meio do Carnaval e Goió estava simplesmente lotada. Lotada é até um exagero meu, mas para que gosta de praias mais desertas, não era a melhor opção naquele momento. Então nem paramos para mergulhar em Goió, e preferimos rumar direto para a Cachoeira do Tremembé.

Ilha do Goió
Ilha do Goió

Percurso até a Cachoeira de Tremembé

De Goió até a Cachoeira de Tremembé demora uns bons 40 minutos de lancha sem parar. Como o percurso é pela Baía de Camamu, as águas são calmas e o passeio não chega a ser cansativo. Mas, se você puder fazer como nós, pegue umas cervejas antes em Sapinho e vá bebericando enquanto aprecia o passeio de lancha até a cachoeira.

⇒ Dica bacana: leve uns biscoitos ou umas barrinhas de cereal para poder beliscar durante o passeio de lancha. Cai super bem com a cerveja gelada que pegamos no Restaurante São Jorge em Sapinho.

A Cidade de Maraú

No meio do caminho a lancha passa pela cidade de Maraú. Nós não paramos lá, mas da lancha já dá para ter uma ideia da cidade. Parece ser bem simpática mas, infelizmente, não tínhamos tempo suficiente para explorar Maraú.

Maraú
A cidade de Maraú

A Cachoeira de Tremembé

Quando a lancha vai chegando perto da Cachoeira de Tremembé, já começamos a ter uma bela visão do que é a cachoeira com seus 5 metros de altura e um bonito rio que corre para a baía.

Cachoeira do Tremembé
Várias lanchas durante o Carnaval na Cachoeira do Tremembé

Apesar da cachoeira ser bem bonita, o ponto forte é a entrada da lancha literalmente debaixo da cachoeira. Você não precisa sair da lancha para se refrescar nas águas doces do Rio Maraú, a lancha entra embaixo das águas do rio que desaguam na Baía de Camamu.

É uma delícia tomar esse banho refrescante de água doce em contraste com a água salgada da Baía de Camamu.

Cachoeira do Tremembé
Ducha na Cachoeira do Tremembé

Mas você também pode saltar da lancha e escalar a cachoeira para explorá-la por cima. Dá para ir descalço mesmo, mas se você tiver aquelas sapatilhas de neoprene que entram na água é melhor ainda. Vários meninos locais te ajudam a subir pelo caminho e ficam super felizes em poder ajudar os visitantes em troca de algum dinheiro (em geral uns R$15,00).

Cachoeira do Tremembé
Subida para a Cachoeira do Tremembé

Chegando lá em cima, os meninos seguram a sua mão e te ajudam a entrar nas mini piscinas esculpidas nas pedras pelo Rio Maraú. Nessa hora é importante entrar com calma no rio pois as pedras têm limo e escorregam muito. Os meninos seguram a sua mão e te encaminham pelas pedras mais seguras.

Cachoeira do Tremembé
Ajuda dos meninos locais para explorar a Cachoeira do Tremembé

O local estava bem cheio por ser Carnaval, e tínhamos que esperar alguém sair de um buraco para que pudéssemos entrar.

vídeo do escorrega e buracos

⇒ Dica bacana: uma coisa que quase ninguém sabe é que, ao lado da Cachoeira de Tremembé, tem um restaurante que serve um palmito Pupunha que é uma delícia. Peça para a sua lancha dar uma parada lá.

Palmito Pupunha na Cachoeira de Tremembé

Depois de explorarmos a cachoeira, entramos na lancha novamente somente para encostar ela logo ali ao lado e adentrarmos por um caminho para chegarmos a um esconderijo delicioso.

Cachoeira do Tremembé
Entrada para o bar do palmito Pupunha na Cachoeira do Tremembé

O local vende licores, pimentas em conserva, artesanato feito de sementes naturais, além do delicioso palmito pupunha. Pedimos uma porção apenas para dar uma beliscada antes de retornar para o nosso almoço na Ilha do Sapinho. Não me recordo do preço, mas não é exatamente barato. No entanto, se você gosta de palmito pupunha, vale cada dentada.

Cachoeira do Tremembé
Palmito Pupunha na Cachoeira do Tremembé

Caminho de volta do Passeio

Depois de comer o palmito Pupunha, entramos novamente na lancha para retornar todo o caminho de volta para a Ilha do Sapinho. Mas, para a nossa grata surpresa, depois de um determinado trecho, o Beto (marinheiro) começou a fazer um caminho diferente e entrou por uns igarapés onde pudemos observar mangues intocados de uma beleza indescritível. Nesses labirintos de vegetação por todos os lados, a lancha seguiu mais lentamente e a presença onipotente da natureza se tornou muito forte.

Depois de tanta beleza e contemplação, rumamos em direção à Ilha do Sapinho para o nosso merecido almoço.

O Almoço em Sapinho – Restaurante São Jorge

Nós já havíamos escolhido os nossos pratos na ida, então foi ótimo pois pegamos uma mesa embaixo de uma frondosa árvore até o nosso almoço chegar e ser servido ali mesmo.

Restaurante São Jorge em Sapinho
Restaurante São Jorge em Sapinho

O cardápio é basicamente de frutos do mar, com opções de moquecas, camarões, e peixes. Nós comemos uma moqueca e um peixe, sempre dividindo a porção por duas pessoas pois os pratos são realmente bem grandes. Os pratos custam em torno de R$ 80,00 e dá tranquilamente para duas pessoas. É tudo muito simples mas super bem servido.

Restaurante São Jorge em Sapinho
Restaurante São Jorge em Sapinho

⇒ Dica bacana: durante o almoço, alguns meninos locais vendem umas cocadas caseiras deliciosas. Tem de todos os sabores, até de pimenta. Na hora nós só compramos algumas pois estávamos super satisfeitas com a comida, mas depois lamentamos não ter comprado mais cocadas, elas são simplesmente divinas!

Ah, o nome do restaurante era São Jorge, e nós super indicamos o local. A lancha atraca no deck e fica parada ali esperando até o fim do almoço para nos levar de volta para Barra Grande.

Restaurante São Jorge em Sapinho
Restaurante São Jorge em Sapinho

Conclusão:

Eu super indico esse passeio. O passeio de lancha pelas Ilhas Tropicais e Cachoeira do Tremembé vale muito a pena de ser feito. Se você achar longo demais, pode tirar a Cachoeira do Tremembé, mas depois não se arrependa. Eu sou do tipo de pessoa que amo explorar ao máximo tudo da região. E, se eu voltar algum dia para a Península de Maraú, farei esse passeio todo novamente, e com a Cachoeira do Tremembé inclusive. A única dica que eu te dou é, se for possível, que você fuja do período de Carnaval e Reveillon quando todos esses locais maravilhosos ficam super disputados.

O Que Fazer na Península de Maraú

 

Veja as nossas Dicas de O Que Fazer na Península de Maraú

 

 

Passeio de Lancha na Baía de Camamu

Salve essa imagem ao lado no seu Pinterest para consultar depois.

Saiba tudo sobre a Península de Maraú:
Onde ficar / O que fazer / Onde comer / Como chegar / Quando ir  / O que levar / Roteiros & Quantos dias / Pacotes de viagem / Passagens Aéreas / Passagens de ônibus / Aluguel de carros / Informações Práticas / Todos os Posts sobre a Península de Maraú

Confira as nossas dicas de Hotéis Bacanas.

Descubra qual é o seu Estilo de Viagem.



Vai Viajar? Resolva a sua Viagem:

Reserve o seu Hotel

Encontre o hotel perfeito para sua próxima viagem:

Faça a sua reserva com antecedência e garanta o melhor preço com a Booking.com.

Banner da Booking.com

 

Ou reserve o seu hotel/pousada com a Hoteis.com e parcele em até 10 vezes.

Hoteis.com

Compre a sua Passagem Aérea com
LATAM / AZUL / AVIANCA / DECOLAR / Submarino Viagens / MaxMIlhas
Alugue um Carro

Compare os preços entre as principais locadoras do Brasil e do mundo. O pagamento é feito em Reais e sem IOF, e ainda é possível dividir em até 12 parcelas no cartão de crédito.

Rentcars

Compre a sua Passagem de Ônibus

Viajar de ônibus é fácil, seguro e barato. Garanta logo o seu assento!

ClickBus

Seguro Viagem

Não viaje sem um seguro viagem. Faça uma cotação na SegurosPromo e garanta o melhor preço!

Seguros Promo

Dica Bacana: Reservando com os nossos parceiros você adquire um serviço de qualidade, com o menor preço, e ainda ajuda o blog a se manter e a produzir cada vez mais conteúdos de viagens bacanas

 



Gostou das dicas do Viagens Bacanas?

Então acompanhe a gente curtindo as nossas redes sociais abaixo e cadastre-se para receber sempre as melhores novidades.




10 Comentários

  1. Passeios de lancha, se o destino comporta, eu sempre acho que deve fazer parte do roteiro, pois é muito bacana. Adorei o seu relato e já anotei a dica para quando estiver por ai.

  2. Adoro passear em barco/lancha ou o que for! É muito gostoso explorar um lugar desse jeito, né?
    Sou louca para conhecer a Baía de Camamu, mas não sabia que tinha tantas opções de passeios! Quantos dias você indica ficar lá pela região?
    Adorei as dicas, gratidão! ^^

    • Olha Luiza, eu fiquei 5 dias, mas dá para ficar até mais se você for como eu e gostar de explorar todos os cantinhos. Cada lugar mais lindo que o outro.

  3. Ana, que dicas legais desta série na Bahia, estou adorando porque não é um lugar tão comum – ou será que sou eu que não conhecia? Uma boa opção para quem está em Itacaré e quer explorar mais a região.

    • Oi Marcia, isso mesmo, é uma ótima combinação Itacaré & Península de Maraú. Vale a pena ficar um pouquinho em cada lugar. Os dois são lindos!

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Digite seu nome aqui